As 3 dicas de ouro para criar pesquisas de satisfação para eventos

pesquisas de satisfação de eventos

Uma ferramenta poderosa à disposição das empresas e do público é a pesquisa de satisfação. Esta prática começa a ser usada por cada vez mais empresas que, após uma transação, contactam o cliente por e-mail, telefone ou carta para que respondam a um inquérito rápido sobre a qualidade do serviço que recebeu. Quantos de nós já preencheu este tipo de inquéritos depois de usar um serviço?

Para as empresas, o valor da pesquisa de satisfação é enorme porque fica a saber como pode melhorar a qualidade do seu serviço e detetar anomalias. Para o lado do público, por sua vez, o inquérito é uma forma de se expressar e de mostrar a sua satisfação ou insatisfação.

Porém, do que não estava à espera era que eu lhe dissesse que a produção de eventos também pode fazer uso da pesquisa de satisfação. No entanto, é isso mesmo que mostro ao longo deste post. Na verdade, faz todo o sentido conhecer a opinião do público relativamente a um evento de forma a percebermos como adequar a organização às expectativas das pessoas.

Nos próximos parágrafos apresentamos 3 dicas sobre como usar pesquisas de satisfação no próximo evento que a sua empresa realizar. Preparado? Vamos lá então!

 

  1. Planeie com antecedência a pesquisa de satisfação

Se quer fazer uma pesquisa de satisfação ao público que participou no seu evento não cometa o erro de planear esta estratégia depois do grande dia. Como sabe, os eventos conseguem ser exaustivos e sugar por completo a energia de colaboradores. Além de estar cansado, estará ainda satisfeito ou insatisfeito com a forma como tudo correu. A sua opinião, depois da festa, estará já formulada e irá encaminhá-lo para elaborar um formulário de perguntas já comprometido com o resultado que quer obter.

Por isso mesmo, faça o formulário de pesquisa antes do evento para que o passa enviar logo no dia seguinte quando a memória do público estiver ainda fresca. Aliás, estando esta memória fresca, a probabilidade de receber mais respostas será maior e os resultados contarão com feedbacks mais qualificados.

 

  1. Menos é mais

Ao elaborar o formulário de pesquisa de satisfação não cometa o erro de fazer muitas perguntas. Estudos ao mercado provaram que isto não resulta na maior parte dos casos: as pessoas estão dispostas a deixar o seu feedback mas muitas não quererão passar mais de 2 minutos a fazê-lo.

Quando se trata de eventos, a quantidade de participantes na pesquisa de satisfação pesa mais do que quantidade de respostas por pessoa. Por isso mesmo, elabore questionários menores e que sejam mais recetivos. Não que isto seja fácil: terá de olhar para o questionário e de formular diferentes perguntas para perceber quais são aquelas que funcionam melhor. Dê prioridade a perguntas feitas por patrocinadores, perguntas quantitativas e só depois a perguntas de resposta aberta.

 

  1. Conheça melhor o seu público

Utilize a pesquisa de satisfação para aumentar a sua base de dados e melhorá-la. No questionário, faça algumas perguntas básicas sobre o público para que mais tarde possa cruzar esses dados e encontrar na sua base de dados diferentes perfis. E para que lhe interessa a si segmentar o público se tudo o que faz é organizar eventos? Bem, a partir desta segmentação conseguirá perceber se certos grupos fazem as mesmas críticas que são ignoradas por outros grupos, por exemplo, e poderá analisar uma forma de resolver o problema de forma mais eficaz.

Imagine que o grupo em questão é uma pequena minoria e você vai fazer uma mudança, num futuro evento, que pode de facto impactar a maioria do público? Através do cruzamento de informações de perfil, conseguirá tomar melhor este tipo de decisões e saber exatamente o que deve ter o seu evento para agradar o máximo possível de pessoas.

 

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *