Conheça as diferenças entre os tipos de eventos antes de iniciar a organização


Uma empresa pode organizar eventos para atender aos mais diferentes propósitos. A nível interno, podem organizar uma convenção para reunir todos os colaboradores na apresentação de um novo serviço ou elaborar um workshop para treinar toda a equipa para a execução de uma nova tarefa ou utilização de um software que será usado pela companhia daí em diante.

Ou, como é mais frequente, o evento poderá ter uma atuação externa, apelando diretamente ao público. A apresentação de um novo produto ou a organização de uma palestra com um profissional da área, que faça parte da empresa, e que de forma indireta a promova. Aliás, as empresas podem ir mesmo mais além, organizando cursos abertos ao público, de forma a dar formação qualificada em certas áreas a todos os interessados em aprender.

Tudo isto de que lhe falamos acima recai numa única e grande categoria: os eventos. As modalidades dos eventos variam de acordo  com as necessidades dos organizadores ou até mesmo dos  patrocinadores. De forma a ajudá-lo a entender as diferenças entre cada uma das modalidades, dedicamos os próximos parágrafos à apresentação dos diferentes tipos de eventos.

 

Congresso

Trata-se de uma reunião promovida por entidades associativas, que tem como objetivo o debate de assuntos que interessam a um determinado segmento. O congresso é dividido logicamente em várias atividades, que incluem eventos de que falaremos já de seguida: mesas-redondas, conferências, simpósios, palestras, comissões, painéis, cursos, entre outros. Um congresso pode ser regional, nacional ou até mesmo internacional, desde que reúna as entidades associativas. Ideal para estabelecer contactos e para manter os convidados atualizados acerca da situação do mercado.

 

Convenção

A convenção é promovida por entidades empresariais ou políticas e tem como objetivo a defesa dos interesses da instituição promotora, contando por isso com a participação de todos os envolvidos na organização. O coordenador, responsável pelo debate, expõe vários assuntos que são debatidos pela audiência. Mas atenção! Uma vez que as convenções são eventos fechados, que culminam por norma numa conclusão para um problema, as informações são sempre muito específicas e direcionadas ao grupo que participa no evento. Trata-se de um evento para realizar apenas a nível interno.

 

Seminário

O seminário, por sua vez, implica uma exposição oral a uma audiência que já detém algum conhecimento sobre o assunto que está ser debatido. Um seminário está organizado em três momentos importantes: a fase de exposição, a fase de discussão e a fase de conclusão. Este tipo de evento é mais informativo e focado, uma vez que a informação parte por norma de uma única fonte – um orador ou expositor – que costuma ser um especialista no assunto que está a ser exposto. Trata-se quase de uma aula/palestra sobre um nicho de uma área onde a audiência já atua.

 

Mesa-redonda

A mesa-redonda é um evento clássico e muito conhecido das empresas. Este evento é conduzido por um coordenador, que funciona como moderador, que orienta a discussão para que se mantenha sempre focada no tema principal. Os participantes sentados à mesa têm, por sua vez, um tempo limite para apresentar a sua ideia e refutarem outras que tenham sido apresentadas. Como mencionamos acima, este é um evento que costuma fazer parte de eventos maiores, como o Congresso. A utilidade da mesa-redonda é também inegável: permite consolidar ideias e lançar discussões.

 

Simpósio

O simpósio é muito semelhante à mesa-redonda, distinguindo-se pelo facto do debate ser orientado diretamente aos participantes que se encontram na plateia. Uma vez mais, cabe ao coordenador gerir toda a discussão, certificando-se de que o público não se afasta do tema principal. O tema, por costume, tem um cariz científico.

 

Painel de Debates

No painel de debates, à semelhança do que se sucede na mesa redonda, os expositores debatem entre si o assunto da pauta, cabendo ao público funcionar somente como espectadores e, por vezes, comentadores. Além do mais, no painel os participantes a debater são profissionais reputados nos meios em que atuam, o que não acontece necessariamente na mesa-redonda. Além do presidente, o painel poderá ter um coordenador e um moderador.

 

Fórum

Um fórum é  um tipo de reunião que tem como objetivo a participação de um público que deve é motivado para intervir. Ao contrário do que possa pensar, o Fórum está a tornar-se um evento bastante comum, principalmente pela necessidade crescente de sensibilizar a opinião pública para certos problemas sociais. Normalmente, são eventos mais abrangentes que tratam de assuntos gerais de setores de interesse social ou político.

 

Conferência

A conferência é composta por duas parte importantes: o auditório e os expositores. A conferência começa com os expositores a apresentar um assunto que foi previamente escolhido e que é do conhecimento de todos os presentes. Terminada a apresentação é passada a palavra ao auditório que faz perguntas que considerar pertinentes para interpretar a informação que recebeu ou solicitar dados que não foram revelados de forma direta pelo expositor. Por ser um dos eventos mais complexos e a oferecer melhor relação custo-benefício, é também um dos mais usados pelas empresas.

 

Workshop

O workshop tem um propósito muito definido: detalhar e aprofundar um determinado assunto de maneira mais prática. Por norma, o workshop conta com a presença de um moderador e de um ou dois expositores. A dinâmica da sessão divide-se em três momentos: exposição, discussão em grupos ou equipa e, por fim, a conclusão. Frequentemente é feito lado a lado com uma conferência, onde são discutidos outros assuntos relacionados com o tema do workshop.

 

Cursos

Terminamos esta lista com os cursos. Os cursos, como sabemos, consistem na apresentação  de determinado assunto ou conjunto de temas com o objetivo de treinar ou ensinar a fazer uma determinada competência. Basicamente, o evento é composto por exposições de pessoas com formação académica que procuram passar o seu conhecimento aos participantes. O foco está mais na teoria do que na prática, porém não a exclui. É indicado para pessoas que têm pouco ou nenhum conhecimento sobre o assunto.

 

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *